Os carros com menor desvalorização no mercado

Publicado em: 06/02/2014

Fiat Uno

Você sabe quanto um carro desvaloriza ao sair da concessionária? Em alguns casos, a depreciação de um modelo pode chegar até 20%. No entanto, existem veículos que são menos desvalorizados que outros, o que consequentemente os caracterizam com um melhor valor de revenda no mercado.

A depreciação varia em função da demanda e da oferta. Assim, os modelos que menos se depreciam são os mais populares e mais fáceis de revender. Uma diminuição do valor de até 12% após um ano de uso é considerada baixa, já que a média do mercado é de 14,2%.

Um levantamento feito pela AutoInforme/Molicar mostrou os carros que menos perdem valor depois de doze meses e o melhor resultado ficou com o Fiat Uno,  que em suas versões Attractive 1.4 e Way 1.4 teve apenas 8,7% de depreciação.

Em segundo lugar no ranking está o Fiat Grand Siena, que nas versões Tetrafuel, Attractive e Essence Dualogic ficou com apenas 9% de desvalorização. Em seguida veio o Chevrolet Celta, que encostado na segunda posição, teve apenas 9,1% de perda. Já o quarto lugar é representado pelo Honda CR-V que teve a versão EXL-At com 9,6% de depreciação contra os 9,7% das versões Evo Attractive 1.4 e Evo Attractive 1.6 do Fiat Punto, que ficou em quinto.

Na sexta posição ficou o Volkswagen Gol, que após um ano de uso teve a desvalorização de 9,8%, a frente do Honda City, em sétimo, que obteve a perda de 9,9% na versão EX-At 1.5. Em oitavo ficou o Volkswagen Jetta, que em sua versão Sedan Comfortline 2.0 teve 9,9% de desvalorização. Já em nono e décimo lugar ficaram a picape Fiat Strada e o Chevrolet Classic, que tiveram 10,0% e 10,3% de depreciação, respectivamente.  

A pouca desvalorização no mercado pode ser um dos critérios usados na hora de escolher um carro 0km. Mas se você já sabe qual o veículo que pretende comprar, faça uma simulação para conhecer os melhores planos do mercado e opte pelo Consórcio de Automóveis!


Veja mais notícias