Dicas para viajar no feriado com tranquilidade e segurança!

Publicado em: 20/04/2011

Nas vésperas de feriados prolongados muitas pessoas gostam de viajar com a família para aproveitar os dias de folga. Sempre que o assunto for sair na estrada, seja para uma viagem em família, ou a negócios, independente da finalidade toda atenção e cuidado nunca são suficientes 

É indicado que antes de qualquer viagem o motorista faça uma revisão no carro a fim de chegar os pneus, estepe, gasolina, óleo, motor enfim dentre outros componentes do carro que são fundamentais para que se faça uma boa viagem.

Confira algumas dicas e cuidados para garantir uma viagem tranqüila:

• Verifique o nível de água no reservatório do sistema de arrefecimento (refrigeração) do motor e completar se estiver abaixo do recomendado.

• Evite levar muita bagagem, já que peso extra significa mais consumo de combustível e maior distância de frenagem. Coloque tudo no porta-malas, deixando os volumes mais pesados embaixo.

• A carga da bateria deve ser verificada antes de pegar a estrada e, em caso de perda de capacidade, vale a pena trocá-la.

• Caso a pista esteja molhada a atenção precisa ser redobrada. Evite pisadas bruscas no freio e procure dirigir a uma velocidade menor e com o motor mais cheio (os giros mais altos). Cuidado com as poças na estrada e, em casos de chuvas muito fortes, o ideal é encostar no primeiro posto de gasolina e esperar diminuir.

• Sempre que possível é aconselhável evitar os horários de pico – final da tarde, começo da noite e primeiras horas da manhã. Em feriados prolongados é certeza de congestionamentos.

• Se for viajar com crianças, é obrigatório o uso de cadeirinhas ou assentos infantis para menores de sete anos e meio. Use o equipamento ideal para cada faixa etária. Menores de 12 anos somente no banco traseiro.

• Confira se você está com toda documentação em dia e que não se esqueceu de pegar o RG, a carteira de motorista e o documento do veículo.

• Verifique o extintor de incêndio. Equipamento vencido rende multa e pode não funcionar corretamente em uma emergência. Leia as instruções de uso para saber como proceder.

• Verifique o nível do fluido de freio no compartimento do motor e, em caso de falta, complete com produto que siga as especificações do manual do proprietário.

• Jogue água no vidro e ligue o limpador. Se a varredura (limpeza) não for uniforme, é sinal que as palhetas estão ressecadas ou desgastadas e comprometem a visibilidade. A troca é necessária.

• Cheque as lâmpadas dos faróis alto, baixo e de neblina, além das luzes dos freios e das setas de direção (pisca).

• Em caso de neblina, diminua a velocidade e acenda os faróis baixos e os de neblina (nunca utilize o farol alto, que diminui ainda mais a visibilidade). Procure uma referência no asfalto, as faixas pintadas no chão, para se manter na trajetória ideal. Só pare no acostamento em casos de extrema emergência.

• Verifique o nível do óleo e complete com o um produto de mesma especificação se necessário. Nunca utilize o carro com o óleo vencido, o que causa sérios danos ao motor.

• Verifique o estado de todos os pneus, inclusive o reserva. Faça a calibragem de acordo com a pressão recomendada no manual do proprietário.

• Respeite a sinalização e as leis de trânsito, obedecendo aos limites de velocidade indicados nas placas e mantendo uma distância segura em relação ao veículo da frente.

• Tenha sempre à mão o número do telefone de emergência da sua seguradora e confirme se o prazo de validade do seguro não venceu.

 


Veja mais notícias