Como evitar o desgaste físico ao dirigir

Publicado em: 30/03/2011

Dirigir é uma ação executada naturalmente por muitos brasileiros todos os dias. Mesmo entre as pessoas que possuem experiência de volante, existem aquelas que dão pouca atenção à maneira correta de sentar e de conduzir o veículo, e não percebem o quanto isso pode comprometer a saúde.

Algumas medidas simples podem além de evitar o desgaste físico e situações de perigo, também contribuir para um trânsito com menos acidentes.

Confira algumas dicas:

  • Ajuste o assento não o deixando muito alto, para evitar pressão na a parte de trás dos joelhos. Deve haver pelo menos três dedos de distância, para que nervos e veias não sejam pressionados e não comprometam a circulação, causando dores e cansaço;
  • Regule a distância do banco em relação ao painel, pressionando o acelerador ou a embreagem até o fundo, até que o joelho fique levemente flexionado;
  • Deixe sua coluna totalmente em contato com o encosto. O melhor ângulo é entre 100 e 120 graus;
  • Ajuste o encosto de cabeça de acordo com a altura do ocupante, de preferência na altura dos olhos;
  • A direção não deve tocar nas coxas – deixe a distância de cerca de um punho;
  • Dirija com os braços e pernas ligeiramente dobrados, para diminuir as chances de lesões;
  • Segure o volante com as duas mãos, na posição dos ponteiros do relógio marcando 9 horas e 15 minutos, para que seja possível enxergar o painel e acessar os comandos do veículo;
  • Mantenha os calcanhares apoiados no assoalho do veículo, evitando apoiar os pés nos pedais quando não os estiver usando;
  • Use calçados  bem fixos aos pés, para que os pedais sejam acionados rapidamente e com segurança;
  • Regule o retrovisor interno de forma que visualize todo o ambiente atrás do carro. Os externos devem manter a linha do horizonte no centro do espelho.
  • Nunca esqueça o cinto de segurança. Posicione a faixa superior do cinto bem no meio do ombro. Puxe a parte inferior para que não fique folgada sob o abdome, tornando-o mais eficaz. Ele deve ficar justo, mas nunca apertado.

Fique atento a essas medidas! Cuide da sua saúde e contribua para um trânsito melhor!


Veja mais notícias