Agentes do SPTrans passarão a aplicar infrações viárias

Publicado em: 09/05/2013

 

Além dos radares, os marronzinhos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e os agentes do Comando de Policiamento do Trânsito (CPTran), os funcionários do São Paulo Transporte (SPTrans) passarão a aplicar infrações viárias. A medida é para evitar que motoristas invadam a faixa exclusiva para ônibus.

A Secretaria Municipal de Transportes divulgou no início do mês, no Diário Oficial da Cidade, os 26 fiscais da SPTrans credenciados para fiscalizar carros e motos que transitam irregularmente nas vias destinadas a ônibus. Os agentes têm autorização para autuar motoristas que desrespeitem o artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que considera infração leve (R$ 53,20), com perda de três pontos na carteira, guiar pela faixa dos coletivos quando ela está à direita na pista. À esquerda das vias, nos corredores, a irregularidade é grave e a multa sobe para R$ 127,69, além de cinco pontos na habilitação.

Por enquanto, a Prefeitura Municipal de São Paulo declarou que os funcionários da SPTrans vão somente orientar os motoristas se eles cometerem as infrações. Ainda não foi divulgada a data em que as multas serão aplicadas. A prefeitura também divulgou que no primeiro trimestre deste ano foram aplicadas 107.654 autuações para veículos transitando nas faixas exclusivas à direita e à esquerda na capital, uma média de 1.196 por dia.

A autorização dada aos agentes da SPTrans para multar quem invadir faixas de ônibus é uma medida da gestão Fernando Haddad (PT). A instalação de mais radares e câmeras nos ônibus também está sendo cogitada.

A circulação dos veículos nas vias exclusivas só é permitida das 23h às 4h, nos dias úteis; das 15h do sábado às 4h da segunda-feira; e das 0h às 4h nos feriados. 


Veja mais notícias